Dia Mundial da Saúde Bucal: veja como a higiene oral pode ajudar a prevenir complicações da Covid

Vivian Chagas (*)

@vivisccp 20/03/2021 – 06h06

O Dia Mundial da Saúde Bucal, lembrado neste sábado (20), coloca em evidência a importância dos cuidados com a saúde dos dentes, o que em meio à pandemia do coronavírus tem um peso ainda maior.

Afinal, uma das principais portas de entrada do vírus é a boca, e a falta de higiene oral pode até agravar o quadro clínico de pacientes diagnosticados com Covid-19.

“A manutenção da higiene oral previne doenças como a gengivite e a periodontite, que podem estar relacionadas com o agravamento do quadro clínico de pacientes diagnosticados com a Covid. Manter uma boa higiene oral e, consequentemente, o controle dessas doenças durante esse período de pandemia, é fundamental”, ressalta a professora e doutora Francisca Daniele Moreira Jardilino, da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Ainda de acordo com a professora, alguns estudos apontam a relação das doenças periodontais com várias comorbidades como a diabetes, hipertensão, obesidade e envelhecimento, que estão associadas à progressão do vírus.

Um estudo publicado no Journal of Periodontology avaliou os prontuários de 568 pacientes entre fevereiro e julho de 2020. O levantamento apontou aumento no risco da necessidade de terapia intensiva (3,5%), necessidade de ventilador mecânico (4,5%) e morte (8,8%) dos pacientes que apresentavam doença periodontal em relação aos pacientes sem doença periodontal.  “Assim como a condição sistêmica aumenta o risco de morte nos pacientes com Covid , é possível que a doença periodontal também indique o risco a complicações”, explica a professora.

Contaminados e higiene bucal 

Segundo a professora, indivíduos infectados com o coronavírus requerem rigorosa manutenção da higiene bucal e uso diário de antissépticos orais para reduzir a carga viral na saliva e, assim, diminuir o risco de transmissão de microrganismos para outras pessoas.

Freepik/Divulgaçãoescovando dentes

Cuidar da higiene bucal é de grande importância em tempos de Covid-19

“O controle das doenças inflamatórias periodontais pode prevenir a resposta inflamatória exacerbada, provocada pela resposta local de inflamação do periodonto, por aspiração de bactérias ou por entrada de bactérias periodontopatogênicas nos vasos sanguíneos”, finaliza.

O que é emergência odontológica?

Sabemos que em meio à pandemia devemos evitar ao máximo sair de casa. Mas, dor nos dentes, fraturas e lesões na mucosa bucal podem ser caracterizadas como emergência odontológica. Nesses casos, é necessário procurar atendimento urgente, como explica o professor, doutor e coordenador do curso de Odontologia da Faculdades Promove, Lucas de Moraes

Barros.Freepik/Divulgaçãosaúde bucal

Em caso de emergência odontológica, procure  um profissional

Importância da troca de escova

O professor ainda alerta para a importância de trocar a escova de dentes após a recuperação. “A escova fica com resíduos de saliva, então, as gotículas podem abrigar microrganismos. Daí a importância da troca e de nunca compartilhar o objeto”.

Freepik/Divulgação escova de dente

Escova deve ser trocada regularmente

Dicas para uma boa higiene oral

  • Escovar os dentes três vezes por dia, pelo menos;
  • Fazer o uso regular do fio-dental;
  • Escovar a língua – por ser uma superfície rugosa, se não for escovada pode ser um deposito de placa bacteriana, o que inclusive pode causar mau-hálito.
  • Fazer o uso de enxaguantes bucais.

(*) Estagiária do Hoje em Dia, sob supervisão de Cássia Eponine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *